Banheiro emergencial é proposto para situações de catástrofes

Banheiro emergencial é proposto para situações de catástrofes

O projeto do banheiro emergencial intitulado APIS foi desenvolvido por um grupo de pesquisa da FAUUSP coordenado pela Profa. Dra. Lara Leite Barbosa de Senne. O objetivo é a construção de um protótipo de banheiro para situações emergenciais, como alagamentos, por exemplo. Uma equipe multidisciplinar com professores, prefeitura e estado, Defesa Civil, comunidade, organizações não governamentais nacionais e internacionais, contribuíram como consultores para o desenvolvimento do projeto.

Através de um levantamento, o grupo percebeu que logo após um desastre as pessoas vão para abrigo temporários que geralmente funcionam em espaços públicos como escolas, ginásios, igrejas ou até mesmo locais improvisados. Quando acontece esse tipo de situação é comum o recebimento de doações de comidas e roupas. Mas geralmente a parte da higiene fica comprometida, nem sempre existe banheiro para atender todas as pessoas. Outra problema são as possíveis doenças que podem ser transmitidas através do contato com a água contaminada das enchentes. Então é necessário que essas pessoas tenham uma higiene adequada, um banho quente. Foi pensando nessas situações que o projeto ASPI surgiu.

Deixe uma resposta